Picture of adult woman having a visit at female doctor's office

8 sinais precoces de carcinoma medular de tireoide e sintomas comuns

O câncer de tireoide apresenta uma ampla gama de manifestações clínicas de tumores indolentes e, na maioria dos casos, com baixa mortalidade, e neoplasias muito agressivas, como, por exemplo, o carcinoma medular de tireoide.

Para identificar precocemente essa condição, é necessário conhecer os sinais precoces da doença. Então, se tem interesse no assunto, não deixe de ler este post. A seguir, falaremos tudo sobre esses sintomas.

O que é o carcinoma medular de tireoide?

Trata-se de uma neoplasia que origina-se das células “C” ou parafoliculares, que representam cerca de 0,1% das células da glândula tireóide, sendo mais numerosas na região dos lobos tireoidianos.

Ainda, este tipo de tumor é diagnosticado em cerca de 3 a 10% dos casos de câncer de tireoide. Em função de sua agressividade, é responsável por um grande número de mortes em portadores de câncer de tireoide.

Ademais, em 75% dos pacientes, o carcinoma medular de tireoide ocorre de maneira esporádica. Nos casos restantes, é uma condição hereditária autossômica dominante e pode ter relação com três síndromes distintas: neoplasia endócrina múltipla (NEM) 2A, 2B ou carcinoma medular familiar.

Em função das diferenças de prognóstico e da necessidade de rastreamento familiar, é fundamental fazer a distinção entre essas formas. Dessa maneira, permite uma intervenção cirúrgica precoce e efetiva, diminuindo os riscos de morbidade e a mortalidade.

Quais são os sinais precoce dessa condição?

O câncer medular de tireoide é um tipo raro de neoplasia maligna. No entanto, quando se manifesta, provoca sintomas que podem ser identificados precocemente. A seguir, conheça mais sobre esses sinais:

  1. Presença de nódulo ou caroço no pescoço, de crescimento rápido;
  2. Dor na parte frontal da garganta que pode irradiar para os ouvidos;
  3. Inchaço no pescoço devido ao crescimento das ínguas;
  4. Rouquidão e outras alterações na voz;
  5. Dificuldade para respirar;
  6. Sensação de que há algo preso na garganta;
  7. Tosse constante sem causa aparente;
  8. Dificuldade para engolir

No entanto, esses sintomas podem indicar outros problemas de menor gravidade, tais como, refluxo gastroesofágico, infecções respiratórias e problemas nas cordas vocais, sem apresentar qualquer perigo para a saúde.

Quando deve-se suspeitar dessa doença?

A manifestação clínica mais recorrente do carcinoma medular de tireoide é a presença de um nódulo tireoidiano. Além disso, quando houver histórico familiar de câncer de tireoide, mutação do gene RET, associação com outros tumores e/ou achados típicos ao exame físico, deve-se iniciar a investigação médica.

Como prevenir?

A prevenção desta neoplasia é possível a partir do controle dos fatores de risco, tais como, realizar exames que submeteram a glândula tireóide à radiação, ser do sexo feminino, ter idade superior a 40 anos e apresentar nódulos na região.

Contudo, nem sempre esses fatores podem ser modificados. Nesses casos, deve-se monitorá-los a fim de identificar precocemente qualquer eventual alteração, iniciando o acompanhamento médico regular.

Enfim, como você pode perceber, o carcinoma medular de tireoide é uma condição rara, mas muito agressiva e com poucas chances de cura. Portanto, esteja atento ao aparecimento de nódulos no pescoço e busque avaliação médica.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como cirurgião de cabeça e pescoço em São Paulo!

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp