Câncer de laringe

Câncer de laringe: sintomas e tipos

De acordo com dados do (INCA) Instituto Nacional do Câncer, o câncer de laringe é um dos mais comuns entre as neoplasias que acometem a região da cabeça e pescoço, representando cerca de 25% dos diagnósticos.

Você conhece as manifestações dessa doença? Sabe quais são os sintomas que ajudam a identificá-la? Caso não, continue a leitura deste post. A seguir, explicaremos tudo sobre este câncer.

O que é o câncer de laringe?

Trata-se de uma patologia causada pela rápida multiplicação de células malignas na laringe. Esse órgão tem a forma de uma pirâmide, é constituído de cartilagem, músculos e membranas e está localizado na região da garganta, entre a traqueia e a base da língua.

Ainda, a laringe é o órgão responsável por produzir a voz e proteger as vias respiratórias. Por isso, o surgimento de um câncer na região traz grande prejuízo para o paciente, afetando sua fala, deglutição e respiração.

Outrossim, essa neoplasia maligna é mais comum em homens, principalmente a partir dos 40 anos. Porém, pessoas de qualquer idade e gênero estão suscetíveis à patologia.  Geralmente, o câncer de laringe se manifesta a partir do desenvolvimento de tumores na corda vocal verdadeira, localizada na glote. 

Quais são os sintomas?

Os sintomas do câncer de laringe variam conforme o local onde o tumor se desenvolve. O mais comum é que se manifestem nas cordas vocais. Por isso, os primeiros sinais dizem respeito a alterações na fala do paciente.

Neste sentido, os pacientes costumam apresentar dor de garganta durante a deglutição, rouquidão, alteração na qualidade da voz, disfagia leve, emagrecimento sem causa aparente, voz de “ovo” ao falar e sensação de caroço na garganta. 

Em casos graves, ocorrem lesões nas cordas vocais, o que pode desencadear uma disfagia acentuada, dificuldade para respirar ou falta de ar. Para reduzir o impacto provocado pela doença, o diagnóstico precoce é fundamental.

Quais são os tipos de câncer de laringe?

A laringe é dividida em três partes: glote, supraglote e subglote. Cada uma dessas subdivisões pode ser acometida por um tipo diferente de tumor, sendo o carcinoma de células escamosas o mais recorrente.

Isso porque, quase todos os cânceres de laringe se desenvolvem a partir de uma condição pré-cancerígena (displasia) nas células escamosas do epitélio. Porém, o mais comum é que a displasia não evolua para um câncer e desapareça sem tratamento.

Geralmente, o carcinoma de células escamosas é passível de cura quando tratado adequadamente. Caso contrário, pode se tornar um câncer invasivo de células escamosas e se disseminar para outros órgãos.

Ademais, existem outros tipos que são raros como o câncer de glândula salivar menor, sarcomas e melanomas. Os sarcomas podem se desenvolver no tecido conjuntivo da laringe. Já os melanomas começam na pele.

Então, com a leitura deste post, você conheceu tudo o que precisava sobre o câncer de laringe, seus sintomas e tipos. Portanto, caso identifique alguns dos sinais mencionados no texto, procure um médico para ser avaliado.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como cirurgião de cabeça e pescoço em São Paulo!

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp