senior couple holding together with hands showing love and concern when wife wearing headscraf having cancer and cure with chemotherapy

Câncer De Seios Da Face: Tudo O Que Você Precisa Saber

Segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA), o câncer de seios da face é uma condição rara e não consta no Brasil entre os dez tipos de maior incidência. De modo geral, ocorre com mais frequência em determinadas áreas do mundo, como Dinamarca e Estados Unidos.

Você já ouviu falar nesta neoplasia? Sabe como ela se desenvolve? Conhece os sintomas e as opções de tratamento? Então, recomendamos a leitura deste post. A seguir, responderemos a todas as suas dúvidas.

O que é o câncer de seios da face?

Assim como qualquer tipo de câncer, o câncer de seios da face se caracteriza pela formação de um tumor maligno na região dos seios paranasais, principalmente nos maxilares e etmoidais, a partir da multiplicação desordenada de células na região.

Na maioria dos casos, essa doença é mais comum em homens do que em mulheres. Estima-se que quatro em cada cinco casos ocorrem em pessoas com, pelo menos, 55 anos. Além disso, é uma patologia mais frequente nos países orientais, como o Japão e a África do Sul.

Ainda, a cavidade nasal se estende do céu da boca até a região onde a boca se conecta à garganta. Os seios da face ficam no interior desta cavidade e são semelhantes a pequenos túneis ao redor ou perto do nariz, dividindo-se entre maxilares, frontais, e esfenoidais e etmoides.

Além disso, os seios da face são revestidos por uma mucosa que contém diferentes tipos de células, tais como, escamosas, nervosas, glandulares e epiteliais. O câncer pode se desenvolver em qualquer uma dessas células.

Os tipos de câncer de seios da face

O câncer de seios da face pode se manifestar de diferentes formas, a depender da célula que originou o tumor. O mais comum é o de células escamosas, representando 50% dos casos. Quando surgem nas células glandulares salivares, os tumores podem ser carcinomas adenoides císticos, mucoepidermoides ou adenocarcinomas.

Quais os fatores de risco?

Existem vários fatores que podem contribuir para o aparecimento de um câncer na região dos seios da face. Enquanto alguns podem ser alterados, outros não. A seguir, conheça os fatores mais importantes:

  • tabagismo;
  • exposição ocupacional a poeiras, colas, solventes e outras substâncias químicas;
  • infecção pelo papilomavírus Humano (HPV);
  • diagnóstico de retinoblastoma hereditário;
  • ter mais de 55 anos;
  • ser de raça branca;
  • ser do sexo masculino.

Quais os sintomas?

No caso do tumor dos seios da face, os sintomas estão presentes e ajudam na identificação da doença. Raramente um paciente é assintomático. Entre os sinais mais recorrentes, podemos citar a congestão nasal, obstrução em um dos lados do nariz, olhos lacrimejantes, dor de cabeça e gotejamento pós-nasal.

Outros sintomas de menor recorrência são: dor acima ou abaixo dos olhos, hemorragia nasal, perda do olfato e da audição, dormência ou dor nos dentes, dificuldade para abrir a boca, presença de ínguas no pescoço, secreção purulenta no nariz, dor ou pressão nas orelhas e abaulamento do olho.

Como é o tratamento?

Após o diagnóstico e estadiamento do câncer, o médico irá avaliar com o paciente as melhores alternativas de tratamento. A decisão irá considerar o estado de saúde do paciente, o tipo de tumor e as chances de cura.

No caso do câncer de seios da face, as medidas terapêuticas mais usadas são cirurgia para remoção do tumor, radioterapia, quimioterapia, terapia-alvo, imunoterapia e tratamento de suporte. Ainda, a cirurgia só é combinada com outro procedimento quando o tumor tem tamanho acima da média, o que exige o uso da radioterapia com ou sem quimioterapia.

Enfim, com a leitura deste texto, você conheceu um pouco mais sobre o câncer de seios da face, seus sintomas, causas e tratamentos. Portanto, caso tenha dois ou mais fatores de risco e apresente algum sinal semelhante, procure um médico para ser avaliado.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como cirurgião de cabeça e pescoço em São Paulo!

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp