Medical technology concept. Doctor working with mobile phone and

Gânglios linfáticos: o que são e qual a sua função

O sistema linfático desempenha uma importante função no organismo: a de coletar impurezas da circulação sanguínea e manter as nossas defesas vigilantes. Neste sistema estão incluídos os vasos e os gânglios linfáticos.

Você sabe o que são essas estruturas? Conhece as funções que elas desempenham? Caso não, recomendamos a leitura deste post. A seguir, explicaremos tudo sobre o assunto.

O que são os gânglios linfáticos?

Os gânglios linfáticos são pequenas glândulas que pertencem ao sistema linfático e que estão distribuídas pelo corpo, sendo responsáveis por filtrar a linfa. Para isso, coletam bactérias, vírus e outros organismos que podem provocar doenças.

Ainda, a linfa circula por fora dos vasos capilares, banhando as células dos tecidos do corpo. Além disso, transporta oxigênio e outros nutrientes até as células, eliminando resíduos do organismo, tais como, dióxido de carbono.

Quando o líquido linfático não é drenado, ele se acumula e provoca edemas. Neste sentido, os vasos linfáticos realizam essa drenagem e conduzem o líquido linfático por todo o corpo. Por outro lado, os gânglios linfáticos funcionam como filtros da linfa.

No seu interior, os linfonodos, como são chamados, contêm células do sistema imunológico que combatem infecções. Existem centenas de gânglios linfáticos espalhados pelo corpo e cada um filtra os líquidos que chegam até ele.

Onde ficam os linfonodos?

Os linfonodos estão espalhados por todo o corpo, mas principalmente no pescoço, axilas, clavícula e virilha. No primeiro caso, estão concentrados nas laterais do pescoço e ficam inchados sempre que há uma inflamação na garganta ou uma infecção dentária.

Na clavícula, os linfonodos aumentam de volume em decorrência de infecções nos pulmões, mamas ou pescoço. Os gânglios axilares inflamam em função de uma infecção na mão ou no braço, mas também pode indicar um câncer.

Por fim, os gânglios linfáticos da virilha ficam inchados quando há uma inflamação ou infecção na perna, no pé ou nos órgãos genitais. Geralmente, esse aumento de volume acomete uma região isoladamente. Porém, em casos menos comuns, pode ocorrer em grupos de linfonodos.

Quais os problemas que mais acometem os gânglios?

A linfadenopatia é uma condição que se caracteriza pelo inchaço de um ou mais gânglios linfáticos e que costuma ser causada por infecções, inflamações, doenças do sistema imunológico ou pelo uso de determinados medicamentos.

De modo geral, essas estruturas do sistema linfático ficam inchadas em quadros de inflamação da garganta, infecções de ouvido, sarampo, abscessos dentários, mononucleose, infecções de pele ou feridas ou em função do vírus da AIDS.

Ademais, os linfonodos podem ser acometidos por um câncer, chamado de linfoma ou em decorrência de um tumor que se desenvolveu em outra região. Nesse último caso, as células cancerosas chegam a outras partes do corpo através da corrente sanguínea ou do sistema linfático.

Quando acessam os vasos linfáticos, essas células podem ser filtradas pelos linfonodos. Enquanto algumas são destruídas, outras conseguem se situar em um novo local, inclusive no interior dos gânglios. 

Enfim, como você pode perceber, os gânglios linfáticos são de extrema importância para nosso organismo e para a manutenção da nossa saúde. Portanto, sempre que perceber um edema no pescoço, axilas, clavícula ou virilha, procure um médico.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como cirurgião de cabeça e pescoço em São Paulo!

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp