AdobeStock_331798172-2

Hipertireoidismo: 8 sintomas

A glândula tireóide é um dos órgãos mais importantes do nosso corpo, pois atua na regulação do metabolismo. Porém, quando há alguma disfunção, como o hipertireoidismo, surgem diversos sintomas que afetam consideravelmente a qualidade de vida do paciente.

Você sabe identificar os sinais da condição? Caso não, recomendamos a leitura deste post. A seguir, listamos todos os sintomas que surgem quando há um quadro de hipertireoidismo.

Sinais do Hipertireoidismo:

1) Perda de peso

A perda de peso sem causa aparente é um motivo para deixar qualquer pessoa alerta. Uma das possibilidades é o hipertireoidismo, pois o aumento na produção de hormônios tireoidianos acelera o metabolismo e acarreta na perda de peso.

Contudo, esse sintoma pode ser um sinal de vários outros problemas e doenças. Por isso, é importante procurar um médico. Sendo assim, a partir de exames será possível identificar se há ou não uma anomalia no funcionamento da glândula.

2) Alteração nos hábitos intestinais

Os hormônios tireoidianos também influenciam no ritmo do intestino. Assim, quando há um hipotireoidismo, o trato gastrointestinal desacelera. Por outro lado, o hipertireoidismo acelera o movimento intestinal, ocasionando visitas constantes ao banheiro.

3) Pressão arterial anormal e Hipertireoidismo

Outro órgão que atua em conjunto com a tiróide é o coração, sendo o ritmo dos batimentos cardíacos controlado pela glândula. Quando ela está com seu funcionamento acelerado, a frequência cardíaca também acelera, o que pode levar a insuficiência cardíaca.

4) Olhos protuberantes

Quando o hipertireoidismo é causado pela doença de Graves, os olhos são diretamente impactados. Além da formação de um edema ao redor deles e do aumento do lacrimejamento e da hipersensibilidade à luz, os olhos ficam saltados.

Isso acontece em decorrência da inflamação das cavidades oculares e dos músculos que movimentam os olhos. Essa alteração pode começar antes de qualquer outro sintoma e deixa os olhos mais suscetíveis ao contato com agentes externos.

5) Mudanças no humor

Em suma, uma disfunção da tireoide pode afetar o funcionamento do cérebro e, consequentemente, o humor. No caso do hipertireoidismo, o pensamento fica mais acelerado e o paciente torna-se mais ansioso e irritado. 

6) Alteração no ciclo menstrual

Outro efeito colateral do hipertireoidismo é a alteração do ciclo menstrual. Diferente do que ocorre no hipotireoidismo, os ciclos tornam-se mais leves do que o comum ou, às vezes, até desaparece por alguns meses.

7) Mudanças no cabelo, na pele e nas unhas

Nem sempre o hipertireoidismo é percebido inicialmente pelo paciente. Nesse sentido, em alguns casos, é o dermatologista que identifica alguma alteração em função do aspecto da pele, das unhas e do cabelo.

Isso porque, com o excesso de hormônios tireoidianos, as unhas ficam enfraquecidas, os fios de cabelo tornam-se mais finos e ressecados, e a pele perde consideravelmente seu brilho e hidratação.

8) Dor muscular

Em suma, o funcionamento acelerado da glândula tireoide também pode ocasionar dores musculares, rigidez nas articulações e fraqueza. Por isso, é importante estar atento aos sinais emitidos pelo corpo e perceber que há algo de errado.

Lidando com o Hipertireoidismo

Então, como você pode perceber, o hipertireoidismo é uma condição que afeta todo o organismo, sem distinção. Portanto, caso perceba qualquer mudança física ou emocional, procure um médico para ser avaliado.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Então, leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como cirurgião de cabeça e pescoço em São Paulo!

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp