Woman showing painted thyroid gland on her neck. Enlarged butterfly-shaped thyroid gland, isolated on white background

Nódulo de tireoide hipoecoico: o que é e qual o risco de câncer?

Os nódulos tireoidianos ocorrem em, aproximadamente, 7% da população, mas apenas cerca de 16% desses casos apresentam traços de malignidade. Entre os diversos tipos que acometem a região, o nódulo de tireoide hipoecoico é um dos menos comuns.

Neste post, explicaremos tudo o que você precisa saber sobre essa condição e sobre o risco de câncer que ela representa. Então, se tem interesse no tema, continue a leitura do texto.

O que é o nódulo de tireoide hipoecoico?

Trata-se de uma massa de densidade baixa de difícil diagnóstico, pois reflete um baixo percentual das ondas emitidas em um exame de ultrassonografia, sendo mais escuro do que o tecido ao seu redor.

Ainda, também conhecido como nódulo hipoecogênico, ele pode conter muito líquido ou gordura em seu interior. Embora tenha um nome estranho, não costuma representar um grave problema de saúde.

Ademais, o nódulo hipoecóico pode se desenvolver na pele, nas articulações ou em diversos órgãos do corpo, como, por exemplo, a glândula tireoide. Porém, raramente surge próximo à superfície, o que significa que nem sempre é palpável.

Outrossim, um nódulo tireoidiano é uma lesão que ocorre dentro da glândula tireóide, sendo mais comum em mulheres e dificilmente provoca sintomas. O hipoecoico é apenas um dos tipos que podem acometer esse órgão.

Quando há o risco de câncer?

O fato de ter uma massa hipoecogênica nessa região é apenas o primeiro indício de algo que pode ou não ser uma doença. Quando os nódulos são pequenos, sem partes sólidas e que não se modificam com o tempo, dificilmente têm o potencial de se tornar maligno.

Por outro lado, quando possui mais de 1,5, tem altura superior à largura e forma irregular, são maiores as chances de evoluir para um tumor maligno. O risco é ainda mais alto quando há um nódulo de tireoide hipoecoico, elevando o risco de câncer.

Entretanto, somente essa característica não é suficiente para determinar se é um câncer ou não, exigindo a análise de um médico. Para um nódulo começar a ser investigado, ele precisa ter mais que 1 cm de diâmetro.

Além disso, se faz necessário identificar a presença de microcalcificações, aumento dos vasos sanguíneos, infiltração nos tecidos vizinhos e se ele é mais alto do que largo, ao ser observado de forma transversal.

Ademais, caso o paciente tenha sido exposto à radiação na infância, possui genes associados ao câncer ou tem histórico familiar ou pessoal dessa neoplasia, será necessário puncionar essa massa, pois existem fatores de alto risco para malignidade.

Precisa de tratamento?

O tratamento do nódulo hipoecóico só é necessário quando existem indícios de que ele seja maligno. Assim, a remoção cirúrgica será indicada. O mesmo ocorre quando há o risco dessa massa comprimir o local e as estruturas vizinhas.

Quando a cirurgia for necessária, a tireoidectomia é o procedimento mais indicado e consiste na remoção parcial ou total da glândula tireoide. Porém, caso seja verificado que o nódulo é benigno e não está crescendo, a intervenção não é necessária.

Nesses casos, o acompanhamento médico é suficiente, exigindo apenas tratamentos conservadores, como exames de ultrassonografia e biópsias anuais. Com a devida avaliação, o médico irá adotar a conduta que entender mais adequada.

Enfim, na maioria dos casos, um nódulo de tireoide hipoecoico é uma condição benigna e não exige remoção cirúrgica. Porém, é o médico especialista que irá avaliar e indicar a ação necessária. Portanto, mantenha uma rotina de check-ups para favorecer o diagnóstico precoce.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como cirurgião de cabeça e pescoço em São Paulo!

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp