nodulo na tireoide

Como identificar nódulos na tireoide?

A glândula tireoide é uma estrutura localizada na parte frontal do pescoço e responsável por produzir dois hormônios importantes para o metabolismo do organismo. Porém, a presença de nódulos na tireoide pode afetar o seu funcionamento, trazendo consequências graves para o corpo.

Você sabe como identificar essa condição? Então, descubra ao ler este post. A seguir, você vai conhecer os principais sinais que indicam uma alteração nesta glândula e também irá aprender a realizar o autoexame da tireoide.

O que são os nódulos na tireoide?

Trata-se de um pequeno caroço que se desenvolve na região do pescoço e que, na maioria das vezes, é uma condição benigna que não representa um risco de vida e também não necessita de tratamento, principalmente para os mais idosos.

Porém, o tratamento e diagnóstico são realizados por um endocrinologista ou por um clínico geral. Isso porque serão realizados vários exames para verificar a benignidade ou malignidade.

Ademais, um nódulo na tireoide pode ser uma massa de tecido tireoidiano que cresceu ou um cisto que contém líquido no seu interior e que se forma na glândula. Quando não tratada, essa condição pode evoluir e se tornar visível.

Embora cause temor e aflição, esses nódulos são muito comuns. As chances de desenvolvê-lo aumentam à medida que envelhecemos. Em casos raros, podem indicar um câncer na tireoide, condição que acomete com mais frequência os homens.

Quais são os sintomas?

Geralmente, os nódulos na tireoide não provocam sintomas e costumam ser identificados quando se tornam visíveis no pescoço. Em situações excepcionais, esses caroços podem gerar os seguintes sintomas:

  • rouquidão ou perda temporária da voz;
  • dor na garganta;
  • inchaço no pescoço;
  • tremores e irritabilidade;
  • dificuldade para respirar ou engolir;
  • perda de peso sem causa aparente.

Como fazer o autoexame da tireoide?

O autoexame da tireoide é um procedimento fácil e rápido de ser realizado. Através dele é possível indicar a presença de nódulos e outras alterações na glândula. A técnica consiste em observar o movimento da tireoide durante a ingestão de alimentos. 

Sendo assim, para fazer o autoexame basta se colocar na frente do espelho, inclinar a cabeça para trás e beber um copo de água. Assim, ao observar o pescoço, você perceberá se o pomo de Adão sobe e desce naturalmente ou não.

Ademais, quem sofre com patologias da tireoide deve fazer o procedimento. Portanto, é importante para quem apresenta sintomas que possam indicar a presença de um nódulo.

Quando um nódulo é um câncer?

Embora o mais comum é que seja uma condição benigna, a presença de um nódulo na tireoide pode indicar um câncer. Ou seja, o nódulo maligno causa rouquidão, ou paralisia das cordas vocais.

Geralmente, os nódulos malignos acometem pessoas com idade inferior a 20 anos ou superior a 60 anos, que possuam histórico familiar de câncer de tireoide ou que já tenham realizado radioterapia na região da cabeça e pescoço.

Portanto, com a leitura deste post, você conheceu um pouco mais sobre os nódulos na tireoide e aprendeu a realizar o autoexame da glândula. Caso suspeite de algo, procure um médico especializado no assunto.

Quer saber mais? Então, estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como cirurgião de cabeça e pescoço em São Paulo!

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp